terça-feira, 9 de setembro de 2008

Vernante

Novamente Kafka
trazendo a compreensão do incompreensível
através do lugar nenhum
e das portas que não se abrem
(movimento circular e anulável)

Literatura da verossimilhança
leitura dobrada e desdobrável
(havia uma segunda camada de pétalas)

Preferível viver com Kafka
e com as portas fechadas
mesmo porque
não existe comunicação efetiva
entre os interesses aflitivos

Preferível
o mundo verossímil
em alto estilo

2 comentários:

Mara faturi disse...

"Preferível viver com Kafka
e com as portas fechadas
mesmo porque
não existe comunicação efetiva
entre os interesses aflitivos"...Lindo!! perfeito..melhor a verdade do mundo, concordo em "alto estilo";)
grande bjo linda!

Í.ta** disse...

suzana,
há um livro que recentemente li,
chamado "Kafka e a boneca viajante".

é lindo, lindo.
vá atrás, leia-o.

aquele abraço!
gostei do poema!