terça-feira, 6 de maio de 2008

Vento sul

Vento sul
ventando azul na Ilha
vento gelo
vento armadilha

Vento lamento
alivia nossos males
leva além dos mares
tudo, tudo que calamos

Vento caramujo
(eu sei)
guardas
no teu uivo
o mal que o mundo fez

11 comentários:

Mara faturi disse...

..."vento caramujo"...ADOREI!!! lindo poema, combinando bem com esse nosso tempinho !;)
Gracias pelo link...eu "arrumei" o seu endereço - estava errado,op´s!!!
bjo

Anônimo disse...

Adorei suas poesias, crônicas e suas ´´invenções´´. Parabéns pelo Blog.
Sucesso, muitas felicidades!!!!
Grande abraço.
Carmelita T.Tomasoni

Renato de Mattos Motta disse...

é, o inverno gelou os corpos
mas parece que aquentou as almas!
Este teu Vento Sul cheio de maresia é o mais belo dos muitos frutos que este inverno tá rendendo na ala poética da blogsfera!
às vezes chega a dar pena desses cariocas e toda esta gente acalorada lá do norte que não têm este tempo de roupas pesadas,lareira (ou mesmo estufa) livros e chocolate quente.
É um tempo de introspecção que faz florescer com mais força a vida interior!
Beijão!

Mara faturi disse...

oi moça,
postei pequena homenagem ( minha reza ) para vc e outras "santas"...espia lá no blog,
bjo!

Carlos disse...

....desses caramujos eu sei, e outros desejos moluscos, então que venha no vento o dom de apagar as marcas. Abraços poéticos.

Mara faturi disse...

oi moça,
não tem que agradecer não...é uma honra:)
frio sim, muito frio para o meu gosto, mas está recém no início...ui!! mas aí é frio tb não??
bom finde,
bjão

Cynthia Lopes disse...

Suzana, morei em Floripa por quase 10 anos e sei bem o que é o vento sul. Tive curiosidade de passear pelo seu recanto enquanto visitava os lindos versos da Mara. Caminhe pelo meu blog também, eis meu convite, espero que goste tanto quanto gostei do seu. Bjs

Í.ta** disse...

que lindo!
fez-me recordar da praia em que o pai morou. boas lembranças.

obrigado.
parabéns!

abraços,
Í.ta**

Mara faturi disse...

ai,ai lindona eu escrevi ;borboletas no quintal no poema, só pq adoro as borboletas,rs,rs...desculpa?!!! vou arrumar!
bjos

Fernando Rozano disse...

os ventos do sul me trouxeram até aqui, onde outros ventos se encontram em versos de pura sensibilidade. abraços.

Vieira Calado disse...

Passei para agradecer e deixar um beijinho