segunda-feira, 26 de maio de 2008

Milagre das folhas


farfalhavam

milhares de formigas


farfolhavam

formigrando de lugar

3 comentários:

Anônimo disse...

Gostei muito Suzana, deste quintal com tal carreiro de trabalhadoras levando folhinhas às costas!
Muito bonito este "trançado" com que brincas nos versos.
Acertaste com a mão cheia de poesia nas imagens e sons.
Pelo cento de crônicas que completaste hoje, é conforme
diz o provérbio: "quem faz um cesto
faz um cento". Parabéns pelo poema,
parabéns pelas cem crônicas, e parabéns pelo seu conto na Coletânea "O novo conto catarina"!
Abraço grande. Fatima/Laguna/SC.

J.R. Lima disse...

Muito bom, muito bom!

Í.ta** disse...

Estas tuas brincadeiras com as palavras são deliciosas!