terça-feira, 13 de maio de 2008

Encontro

O guizo no pé do ser que
corre

escorre profundezas
dele

quando o som do
guizo

ecoa pela rua
escura

quando o sem
juízo

corre a nua
pele

já é sol
ele

beija
ela

tlim

4 comentários:

regina disse...

Tás cada vez melhor, guria!
Tu e o Rubens acabam mefazendo morrer de inveja, hehehe...
bj.

Í.ta** disse...

posso ouvir o barulhinho!! :)

amei!
sempre bom passar aqui.

beijos,
Í.ta**

rio daqui disse...

Saio de sessão de claves de sons e passo arrastando coisas, saudades, lugares. Já passei aqui antes e voltei. Paulo Viggu - Abraço - Riodaqui

Renato de Mattos Motta disse...

Tlim! Tlim! Tlim!
Lindo poema!
Grande beijo!