domingo, 28 de agosto de 2011

Agosto

Toda essa chuva sobre a cidade
sobre o país e o mundo
não cabe em mim.
Em mim cabe apenas a saudade da primavera

16 comentários:

Simone MartinS2 disse...

Boa tarde...e so lembrando que: com a chegada da primavera, temos dias longos e muito quentes, chuva no fim do dia, sempre...Bjin

Darla Medeiros disse...

Cada agosto...
tem um gosto diferente...
depende do que se sente...
depende de quem se espera...
depende de qual quimera
embala o sonho da gente...
cada inverno tem seu leito
seu vinho de amor perfeito
cada sol tem sua saudade
cada corpo tem sua vontade
cada dia que não aguento
é um pouco do alimento
que desfez a tempestade...
pra me fazer calmaria...
a primavera é sensação
tem sonho ou ilusão
a primavera é seu lar?
o inverno é meu lugar
nas nuvens satisfação
no cinza, a coloração
de um mundo que eu desenhei
de amores que escreverei
de sonhos de imensidão
vem, me pega pela mão
retira do louco convés
este ser louco
que te quer em todo revés
que te quer e não é pouco...
que se cala ainda mais
só por não poder jamais
gritar o teu nome
e o amor que se consome
e o paraíso que envolve
e a vida que enternece
e o mundo que enobrece
e a alma que já foi pobre
agosto
tem o seu gosto
seu riso e seu suor
tem tudo pra ser melhor
não pode, não foi preciso
agosto é o indeciso
caminho do coração
um poço de imensidão
em olhos de acalentar
setembro já vai chegar
e eu sentirei saudades...
eu me verei em tuas vontades...
eu amarei a beira do mar...
setembro fará primavera
em meu corção errante
pro muito mais que um instante
a vida sera quimera
e, um dia, talvez quem dera
eu te farei o amante
que amado seu bem espera...
calado ele pondera...
e quando precisar ir embora?
o que será dessa hora
de gotas em transbordar
que o abraço de aquecer
não poderá confortar...
Uma estrela distante
aguarda setembro
A espera de um instante
que agora não lembro...
Mas lembrarer por meses...
porque nada irá apagar...
eu lembrarei de setembro até janeiro chegar...

conheça http://noitesdeoutrosdias1.blogspot.com/

Daniele Cezar disse...

primavera de novidades. sempre nos faz bem :)

Daniele Cezar disse...

primavera de novidades. sempre nos faz bem :)

MARILENE disse...

Que se aproxima e que, mesmo trazendo ocasionais chuvas, acoberta-as com a beleza das flores e a esperança de novos dias.

Bjs.

Augusto Dias disse...

Passei ao acaso e gostei muito!

Parabéns pelo trabalho poeta!

Um abraço!

Artes e escritas disse...

Tem um selo de presente para você. Um abraço, Yayá. http://selosarteseescritas.blogspot.com/

Meu Mundo Expresso disse...

Sou teu seguidor 211. Belo blog!

www.meumundoexpresso.blogspot.com

Multiethnic disse...

E ela vem se chegando, majestosa e bela, como sempre.
E com a chuva no fim da tarde ou na madrugada, que é seu charme.

Tem um selo pra vc em meu blog.
Bjo!

Adriana Karnal disse...

...só agora que eu vi teu blog: cadê a primavera? chamando o verão com uma flor nos cabelos acenando de´pés descalços.

Igor Daniel disse...

Olá,

Adoro poeminhas simples de poucas palavras... mas que levam nosso pensamento a reflexão e no rosto faz nascer um sorriso. Foi assim que me senti..hehe

Belo blog!
(Te indiquei no meu...)

Abraço
www.igordanielcp.blogspot.com

Anônimo disse...

Pois é Suzana e agora a primavera chegou! E com ela uma linda festa onde voce sera homenageada no Palacio Cruz e Sousa neste dia 2 de dezembro. Parabéns! Abraço da Fatima/Laguna/SC

Gabriel Gómez disse...

Oi Suzana, estou querendo encaminhar tua foto, mas não encontro teu e-mail...
Aguardo contato.
Obrigado

Anônimo disse...

Oi, Suzana,

Parabens pelo blog e excelentes poesias.

Estou começando um blog também, quando
puder, dá uma olhada em:

http://ozonioazul-poesia.blogspot.com/

Tudo de bom... Eridanus

Igor Daniel disse...

Lindo demais..!!
Poucas e simples palavras, mas me fez sentir a primavera'

Darlene C. Silva disse...

Gostei muito de seu blog! vou te seguir para me inspirar..