quinta-feira, 15 de julho de 2010

olhos de saramargo

pés caminham como se afundassem
na ponta dos dedos flores de medo

nunca mais, na história deste lugar,
se sonhará como antes

os inimigos se afagam
rabos de raposas se alisam

que é isso compañero?
(plátanos a menos
carros hyundai a mais)
compañero, isso é diñero

compañero, nada vejo:
olhos de saramargo
ensaiam sobre a cegueira

8 comentários:

Juliana Zanella Lazarini disse...

"E quantos e tantos participam
da mesma cegueira".
Adorei, meus singelos cumprimentos.
parabéns pelo Blog,Devemos cada vez mais expressar nossas idéias,pois vivemos em um país onde expressão para muitos ainda é sinônimo de rebeldia.
Abraços Juliana.

Juliana Zanella Lazarini disse...

Gostei de seu blog, e de seus escritos,estou entrando no mundo das literaturas a pouco e sempre procuro linkar ao meu blog pessoas interessantes deste meio , grandes escritores, e bom escritores que estejam despontando. Linkei seu blog ao meu desejo goste. caso não...por favor me comunique.

Mil disse...

Gostei muito dessa tua casa... Com certeza voltarei sempre por aqui.

Saramago é meu ídolo. E realmente eu não sei quem escreverá os melhores romances que o mundo já conheceu... a lacuna é irreparável, mas a certeza é de que muitas aprendizagens ficaram costuradas para sempre nessa colcha de retalhos que é a minha vida.

Um abraço!

Mil disse...

enquanto aqui as suas borboletas estão grávidas de letras e voam no quintal, as minhas são em mil no meu estômago.

bons voos...

Juliana Zanella Lazarini disse...

Meus sigelos agradecimentos.
Volte sempre que desejar.
Pois em minha casa você está!
E nela permanecerá.

Abraços.

jonas disse...

Adorei, parabéns pelo prêmio, queria seu endereço para lhe mandar um livro meu.

Clara Corr disse...

Lindo poema o seu, bem diferente dos meus, mas lindo.

Nereida disse...

Quando entro em seu blog, não da mais vontade de sair... em cada post me apaixono mais... e passo sempre por OLHOS DE SARAMAGO, nesse simples post tirei o chapéu para você....
Lua