terça-feira, 15 de julho de 2008

Fluxo-poema

Transpassar para a literatura o momento mágico encontrado no silêncio.

Mergulhar no silêncio dos troncos das árvores.

Cobrir-se de seiva e folhar-se de tudo que te cerca.

Apesar de saber que nada te cerca.

Tu cercas as coisas.

Tu fazes com que estejam onde não estão.

Tu abarcas as coisas e inventas cercas e importâncias para elas.

Tu és a cerca, tu, o vaso, tu, a cerca que cerca a si mesmo.

Mergulhas na mata úmida de teu ser-bosque e buscas a leveza de quem não busca.

Um beija-flor bebe da água que teu olhar bebe feito um bebê embevecido.

Teus olhos miram no veludo das pedras veladas na água.

A cascata descasca tuas camadas de casca.

Caminhas com tua bota por sobre as folhas secas e as possíveis e impossíveis formigas.

Acima da sola, teu pé coberto de pele e linhas que ninguém lê.

Mais acima, a linha dos olhos.

As linhas que nos cercam.

As linhas que contornam folhas.

As linhas macias das nuvens.

As linhas das águas que evaporam.

As linhas escritas que nunca chegam a ser o que se queria que fossem.

Escrever é uma linha.

Uma cerca entre o dito e o não dito.

Escrever é um destino.

Escrever é inventar sentidos.

Escrever é viver além da cerca.

Escrever é o plano onde os planos se bifurcam.

Escrever é solitário.

Escrever é solidário.

7 comentários:

Guilan disse...

belos versos, sra. Suzana Mafra!!!

maria marlene prazeres disse...

Suzana!!!!!!!!!!!!!!!
Lindo poema......deixou meu dia mais leve e alegre....
Muito bom ter uma irmã assim....
beijossssssssssss

Rubens disse...

escrever é concordar e admirar tua delicadeza.
abraços

marcia cardeal disse...

É um desenho este poema. Fina porecelana chinesa. Muito lindo.

Mara faturi disse...

Lindo... e como você caminha bem por entre as folhas, as linhas,quase um desenho,suave, feito á bico de pena...sempre me encanto por aqui,
grande bjo!

Í.ta** disse...

escrever é doer.

ler seus escritos é serenar.

muito bom!

abraços.

Suzana Mafra disse...

Não tenho contagem das visitas ao meu blog, daí a importância dos comentários.

Na verdade, optei por isso:
qualidade, afeto, verdade

Meus olhos se enchem de água boa

Obrigada pelos comentários doces