sábado, 26 de janeiro de 2008

O certo

foi o que sempre quis fazer.

Olho para trás:


vejo que fiz tudo errado,

vejo que fiz pecado.

O passado atira pedras no presente,

de muitos formatos e cores.

Algumas me machucam

(deixo o sangue escorrer).

Algumas guardo no bolso

para quando envelhecer

e ficar caduca


(atirar nos outros?)

ou entristecida:

afundar nas águas do rio de Virgínia.


(Quem não tem pecados, atire a primeira pedra).

11 comentários:

Regininha disse...

Lindo, comadre!
Tenho alguns pecados, e muitos erros, mas não são pedras pros bolsos, nem pra jogar nos outros: são
a base do meu caminho da vida, cada um uma lição doída, e profunda, pra nunca mais esquecer!
Tão bom te ler, muié!
beijão carinhoso!

Guilan disse...

muito muito gostoso de se ler, um tom de ironia sagaz. adorei.

anjo disse...

Também digo: lindo!
em especial isto: "O passado atira pedras no presente, / de todos os formatos e cores".

sempre bom lê-la.

Í.ta**

Muny disse...

Olá S...

Realmente, gostei do seu texto, algo particular e que mexe com a essência... Intervalos misteriosos, palavras mudas, sagaz e uma pitada de risos, não é Suzana?

"É muito mais fácil matar um fantasma do que matar uma realidade." [Virginia Woolf]

franklin disse...

O certo ????? o que é o certo ???
o que fiz de mim ???

"Fiz de mim o que não soube,
E o que podia fazer de mim não o fiz.
O dominó que vesti era errado.
Conheceram-me logo por quem não era e não desmenti,
e perdi-me.
Quando quis tirar a máscara,
Estava pegada à cara.
Quando a tirei e me vi ao espelho,
Já tinha envelhecido,
Estava bêbado, já não sabia vestir o dominó que não tinha tirado.
Deitei fora a máscara e dormi no vestiário
Como um cão tolerado pela gerência
Por ser inofensivo.
E vou escrever esta história para provar que sou sublime"

Suzana Mafra disse...

Franklin
nossa, tão bom ler Pessoa
obrigada

Vieira Calado disse...

O que lá vai... lá vai...
Deixe o rio correr!
Cumprimentos

Rubens da Cunha disse...

muito bom, sobretudo o final, desses de dar inveja :)
abraços

marcia cardeal disse...

..prefiro aquelas que viram madalas...as mesmas, tuas de outrora (rsss)
ah, gracias pela visita!
e, não tendo nada melhor pra fazer na terça, 05/02, apareça pra um café na Bastiana (niver dela!!!)
bj

Kali disse...

guardar para atirar... remorso já sinto, pesar por aqueles que não merecem.

de volta, abraço de urso

TOOP disse...

E de pecado eu posso falar, possuo um montão para carregar... e de vez em quando me escorar.

Bonito e simples.
:)