segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Conto e devaneio

Conto ou não conto,
conto tudo ou só um pouco,
com encanto ou desencanto?

Qual o melhor conto?
O preciso e precioso.

Qual a receita?
Nunca contar o mais importante.
Não contar ou esconder?

Ler, ler, ler para escrever.
Ler algo muito bom nos deixa com vontade de escrever.
Ler algo muito bom nos deixa sem vontade de escrever.

Eis a questão: ser ou não ser (contista).

4 comentários:

guedibaron disse...

Adoro!

Suzana poeta e, agora, contista!

liezaneves disse...

Nossa, tu conseguisse sintetizar o curso com beleza! Amei, parabéns!! Adoro as coisas que tu escreves!

Jefferson disse...

Incrível sensibilidade, incrível.

Você captou o que tinha que ser captado e o que não queria também.

Muitas borboletas na sua vida.

Bjs e abs.

Felipe Lenhart disse...

"Ler algo muito bom nos deixa com vontade de escrever.
Ler algo muito bom nos deixa sem vontade de escrever." É mesmo!

Hehehe. Obrigado pela visita lá ao blog. De vez em quando, te leio em papel jornal. :) Inté