domingo, 23 de setembro de 2012

Reconhecimento

Os garapuvus são meus
os ipês teus
as árvores nuas são de ninguém
a pele tua é musgo veludo
a minha, branca velada

Imagem
natureza morta-viva:
as nossas pegadas na praia da Lagoinha no ano de 1986
estão embaixo da natureza morta e da natureza viva
natureza morta: espinha de peixe
natureza viva: 2 caranguejos

Imagem
natureza móvel:
eu e tu caminhando no vento
faz muito tempo
em algum lugar do mundo, o vento nos leva dentro

Imagem
tu caminhando no parque
reconhecimento de árvores
goiabeira, ingazeiro, ticum
Tutancâmon dorme há mil anos
mil anos te espero no bosque

3 comentários:

Carolina disse...

Que lindo, arrepiei!Parabéns!

Mariana N disse...

Amei o site, amei os poemas, amei tudo.
Muito bom!

Lola disse...

É por aí.
Vai firme.