sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Milagre

Hoje levei mamãe para rezar

Enquanto ócio,
no santuário do mausoléu,
vislumbro

uma fotografia, duas muletas
e a placa, onde se lia:
por uma garça alcançada

(levanta-te e voa)

Poema finalista no Palco Habitasul / 2006

17 comentários:

marcia cardeal disse...

Esta foi a coisa mais linda que li nos últimos dias! bj

carlos muzilli disse...

Suzana, poema de amputar muletas, gosto muito. Abraços poéticos.

Regina disse...

Tá muito bom, muié, prêmio mais que merecido!
E adoro alcançar garças, algumas clicadas pela fotógrafa iniciante, mas esforçada.
Ainda não cliquei nenhuma com palavras, fiquei com invejinha boa, vou tentar, pode? (adoro estímulos...)
beijo.

Priscila Lopes disse...

Não à toa um finalita. Tocante!

Interessante no teru perfil que criaste o mural permanente de poesia que não existe mais.

Sei como é...

Abraços!

anjo disse...

suas borboletas (versos) voam de forma inspiradora!

também gostei da sua crônica dessa segunda (18). Pena o espaço ser curto. Senti que ela poderia continuar... Aprender a ler... estou vivendo isso com meu maninho no momento, por isso também a identificação com teu texto ^^

beijos,
Í.ta**

Rodolfo disse...

Muletas que dão asas!
voar é preciso.
voar, eu preciso.
um abraço!

Rodolfo disse...

teu poema trouxe ares... e alguma inspiração.

Vôo com os Pés Arrastados

o braço forte
e a mão calejada
sobre os ombros
do anjo de asas partidas

o sorriso
na solidão
das muletas abandonadas.

*************************

Rubens da Cunha disse...

muito bom...
parabéns

GIEL disse...

Ver graça no veludo das coisas...e ter simplicidade para captar horizontes de meio-tons. Eis a poeta, 'bicho' raro em tempos de naufrágio da língua e da semântica-conseqüente.
Abraços, Clio! (www.clioinsone.blogspot.com)

Fabiano disse...

Os dois versos finais são preciosos e completam toda a pureza do poema, um de meus favoritos nesse quintal.

Guilan disse...

alado!

carol disse...

"(levanta-te e voa)" lindo desfecho.
=)

Rubens da Cunha disse...

vim aqui agradecer o poemacomentario que vc hospedou no casa.

beijo

Aline Gallina disse...

Haha... nossa, que criatividade! Maravilhoso... viajei na cena! E a tua conclusão final deixando-me em dúvida se ria ou não... Ficou bela!
Beijos.

Anônimo disse...

Poeta Suzana li hoje no DC que "Borboletras" vai para a França participar do 18o Salão de Paris, evento literário de 20 a 25 de março.
Parabéns garota! SUCESSO!
Abraço da Fatima de Laguna

Suzana Mafra disse...

Obrigada, Fátima. A Regina me enviou duas fotos da garça alcançada. Uma inspirou o texto que sairá no Anexo segunda-feira.
Abraço!

Anônimo disse...

UEBAAAAAAAAAAA! Vivaaaaa! Vou esperar com alegria. Bj da Fatima.